Após a fase de montagem da aeronave, serão realizados voos de aceitação final para a incorporação ao setor operativo da Marinha

O 1° Esquadrão de Helicópteros de Esclarecimento e Ataque (EsqdHA-1) recebeu, em 26 de janeiro, mais uma das aeronaves Wild Lynx, designadas na Marinha como AH-11B, modernizadas pela empresa Leonardo Helicopters. A chegada da aeronave marca a quarta entrega de um total de oito helicópteros, o que, além de ampliar a capacidade operacional do Esquadrão, visa equipar os navios da Esquadra brasileira.

O contrato de modernização das aeronaves AH-11A contempla a instalação dos motores CTS-800-4N, aumentando desempenho e reduzindo limitações; a atualização do painel de instrumentos para “Full Glass Cockpit”, compatível com os Óculos de Visão Noturna; a atualização de sistemas táticos e de navegação; além da substituição do equipamento de Medidas de Apoio à Guerra Eletrônica.

Desde o dia do recebimento, a aeronave iniciou a fase de montagem, que será seguida de voos de aceitação final e da incorporação ao setor operativo da Marinha, ampliando o horizonte operacional como futura aeronave orgânica das Fragatas Classe “Tamandaré”.

Fonte: Marinha do Brasil

Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui