Míssil Ar-Superfície AGM 119 Penguin

O 1° Esquadrão de Helicópteros Antissubmarino (EsqdHS-1) participou, no período de 20 a 26 de junho, da Comissão Missilex II, na qual foi lançado o Míssil Ar-superfície AGM-119 Penguin com cabeça de combate.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

O evento ocorreu no dia 24 de junho, quando a aeronave SH-16 Seahawk (N-3033) foi armada a bordo do Navio Doca Multipropósito (NDM) “Bahia” pelas Praças da Divisão de Armamento do EsqdHS-1. Após o lançamento em um voo de 1min40, o míssil atingiu a alheta de boreste do casco da ex-Corveta “Jaceguai”, navio alvo, que foi a pique 7 minutos após o impacto, mostrando a letalidade da Aviação Naval.

blank
Afundamento da ex-Corveta “Jaceguai”

As aeronaves SH-16 Seahawk são empregadas em proveito das Forças Navais, na “Amazônia Azul”, com a capacidade de realizar tarefas de detecção, localização, acompanhamento, identificação e ataque a alvos de superfície e submarinos. Suas características de projeto, robustez e confiabilidade lhe conferem a capacidade de atuar em ações de busca e salvamento e evacuação aeromédica.

Marcelo Barros, com informações da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).