Uso de Sarc e Remax em viaturas blindadas é foco em preparação de tropas

blank

No período de 15 de março a 7 de maio, o 33º Batalhão de Infantaria Mecanizado (33º BI Mec) do Exército conduziu, por meio da sua Seção de Instrução de Blindados, o Estágio de Comandante de Viatura Blindada de Transporte de Pessoal (VBTP) 6×6 Guarani. Os estagiários participaram de instruções sobre a mecânica dos sistemas da VBTP, comando e comunicações, além de conhecimentos relativos as táticas, técnicas e procedimentos da infantaria mecanizada.

Destacaram-se, dentro das atividades desenvolvidas, as condutas diurna e noturna, as pistas de desenvolvimento de habilidades, o embarque e o desembarque rodoviário, o tiro com o sistema de armas remotamente controlado (SARC) e o reparo de armas automatizado (REMAX), da empresa Ares.

O estágio tem como objetivos desenvolver conhecimentos e habilidades técnicas indispensáveis ao manuseio de materiais bélicos e à operação dos equipamentos militares, além de desenvolver o espírito da infantaria mecanizada nos novos integrantes do batalhão. Durante as atividades foram cumpridos todos os procedimentos de segurança de prevenção à covid-19.

Infantaria

O Comando da 22ª Brigada de Infantaria de Selva (22ª Bda Inf Sl) realizou, no dia 4 de maio, o acionamento simultâneo e inopinado de suas organizações militares. O exercício foi realizado em um contexto de defesa externa em que a concentração das tropas se daria em regiões do estado do Amapá. O objetivo da ação foi avaliar a prontidão da Força-Tarefa Foz do Amazonas, pertencente à brigada. A atividade culminou com a verificação da situação de apronto operacional (SAO) e situação de ordem de marcha (SOM) das tropas em suas respectivas sedes.

Participaram da atividade o 2º Batalhão de Infantaria de Selva (2º BIS), em Belém (PA); o 24º Batalhão de Infantaria de Selva (24º BIS), em São Luís (MA); o Comando de Fronteira Amapá/34º Batalhão de Infantaria de Selva (Cmdo Fron AP/34º BIS) e a Companhia de Comando da 22ª Brigada de Infantaria de Selva (Cia C/22ª Bda Inf Sl), esses últimos situados em Macapá.

A atividade observou todas as medidas de prevenção contra a covid-19 e possibilitou ao comando da 22ª Bda Inf Sl avaliar o estado de prontidão da subunidade operacional das organizações militares, a eficácia em suas ações e a pronta resposta de suas tropas.

O Comandante da 22ª Bda Inf Sl, General de Brigada Adilson Giovani Quint, realizou a verificação da SAO e da SOM do Cmdo Fron AP/34º BIS. O Comandante do 2º BIS, Coronel Hiarlley Gonçalves Cruz Landim e o Comandante do 24º BIS, Tenente-Coronel Sérgio Henrique Lopes Rendeiro, realizaram a verificação da atividade em seus batalhões e deram o pronto para o comandante da brigada.

As informações são do Exército Brasileiro.

Fonte: Portal BIDS

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!