No dia 13 de maio, a Marinha do Brasil, em colaboração com o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN), implementou um processo pioneiro de desinfestação e higienização por irradiação do quadro histórico do Almirante Álvaro Alberto. Esta iniciativa faz parte de um esforço contínuo para utilizar tecnologias avançadas na preservação de seu valioso acervo histórico e cultural.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Tecnologia Avançada em Preservação

blank
Início do processo no Irradiador Multipropósito de Cobalto-60 do IPEN – Imagem: SG Walney

O procedimento foi realizado no Irradiador Multipropósito de Cobalto-60, localizado no Centro de Tecnologia das Radiações (CTR) do IPEN. A técnica utilizada, conhecida como ionização gama, é especialmente eficaz na preservação de materiais orgânicos que estão sujeitos a degradação biológica por insetos e microorganismos. Este método é vantajoso porque não deixa resíduos de radiação e permite que os objetos sejam tratados ainda em suas embalagens de transporte, graças à capacidade de penetração da radiação gama.

Benefícios e Segurança

O Professor Doutor Pablo Vasquez, responsável pela linha de pesquisa para preservação de acervos culturais com radiação ionizante no IPEN, destaca que objetos contaminados com insetos podem ser tratados em aproximadamente 30 a 40 minutos, sem necessidade de quarentena após o tratamento. Esta abordagem não só é mais eficiente mas também mais segura para o meio ambiente e para a saúde dos profissionais envolvidos, uma vez que não gera gases tóxicos ou substâncias nocivas.

Contribuição do IPEN

Isolda Costa, Diretora do IPEN, enfatizou que o irradiador foi desenvolvido com tecnologia nacional em 2004 e é a única instalação pública no país que oferece este procedimento com padrões elevados de segurança e eficiência. O equipamento também é utilizado para esterilizar insumos para a radiofarmácia do Brasil, garantindo a segurança nas aplicações médicas.

Impacto Cultural e Científico

Para o Diretor-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha, Almirante de Esquadra Alexandre Rabello de Faria, o serviço realizado pelo IPEN é de grande relevância histórica e científica, assegurando a conservação de uma obra importante. Ele ressalta que a irradiação nuclear é um exemplo claro do nível elevado de competência e desenvolvimento tecnológico do Brasil na área.