Desde o dia (08/06), foi iniciado o Serviço de Informação de Voo de Aeródromo (AFIS) em Porto Alegre, com o objetivo de atender decolagens em caráter excepcional e emergencial para a remoção e translado das aeronaves que estavam estacionadas no Aeroporto Salgado Filho antes da enchente que interditou o local.

Operação Coordenada e Segura

blank

A operação do AFIS Porto Alegre ocorrerá das 12h às 16h, em coordenação com a ANAC e a Fraport, garantindo um fluxo organizado e seguro das aeronaves. Esta medida foi essencial para gerenciar a movimentação aérea de forma eficiente, minimizando riscos e assegurando a continuidade das operações de voo.

Decolagens com Regras de Voo por Instrumentos

Com a implementação do AFIS, as aeronaves poderão decolar sob regras de voo por instrumentos (IFR), proporcionando maior precisão e segurança nas operações. Esta medida é crucial para garantir que todas as decolagens ocorram de maneira ordenada e segura, especialmente em situações de emergência como a enfrentada pelo Aeroporto Salgado Filho.

Impacto da Iniciativa

A iniciativa visa mitigar os impactos da enchente, facilitando a remoção das aeronaves afetadas e garantindo que possam ser transladas para locais seguros. A coordenação entre as autoridades aeronáuticas e a administração do aeroporto demonstra um esforço conjunto para restaurar a normalidade nas operações aéreas e oferecer suporte às companhias aéreas e aos passageiros.

Cerimônia do Prêmio Almirante Álvaro Alberto e Diplomação de Novos Membros da ABC

Marcelo Barros, com informações da Agência Força Aérea
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui