Google News

No último dia 9 completou 28 anos em órbita o primeiro satélite artificial totalmente projetado, construído, testado e operado no Brasil: o Satélite de Coleta de Dados 1 – SCD-l. Projetado para uma vida útil de 1 ano, o SCD-l, após este longo tempo em órbita, continua em operação.

Em 1979, foi aprovada pelo governo federal a Missão Espacial Completa Brasileira – MECB. Consistia no projeto e desenvolvimento de 4 satélites artificiais, do veículo lançador e de toda a infraestrutura de solo, onde se inclui uma base de lançamentos. Coube ao INPE a responsabilidade pelo desenvolvimento dos 4 satélites, sendo dois de coleta de dados e dois de sensoriamento remoto, bem como pela infraestrutura de solo para sua operação em órbita.

O primeiro satélite, chamado de SCD-1, é um satélite de coleta de dados, com 115 kg. Foi totalmente projetado, desenvolvido e integrado pelo INPE, com importante participação da indústria nacional. Para seu desenvolvimento, o INPE investiu fortemente em laboratórios modernos e no desenvolvimento de seus recursos humanos.

O início da operação em órbita do SCD-1 marcou, também, o início de operação do Sistema de Coleta de Dados Brasileiro, que consiste de uma rede de satélites em órbita baixa que retransmitem a um centro de missão os dados ambientais recebidos de um grande número de plataformas de coleta de dados espalhadas pelo território nacional. O centro de missão, por sua vez, distribui estes dados a diversas instituições no Brasil e no exterior. As informações são do Inpe.

Fonte: Portal BIDS

Participe do nosso grupo e receba as principais notícias do Defesa em Foco na palma da sua mão.

blank

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.



Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!