Google News

O satélite Amazonia 1, primeiro satélite de observação da Terra completamente projetado, integrado, testado e operado pelo Brasil, será lançado ao espaço dia 28 de fevereiro, na base de lançamento de SHAR, em Sriharikota, Índia. A ação está programada para 10h24, horário local (01h54 da manhã no Brasil). As informações são do INPE.

O Amazonia 1 é um desenvolvimento coordenado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e conduzido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE/MCTI) em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB/MCTI).

As atividades de montagem, integração e testes (AIT) do satélite Amazonia 1 foram realizadas no Laboratório de Integração e Testes (LIT) situado no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) de São José Campos (SP). Após as atividades de AIT os módulos de serviço e de carga útil do satélite foram separados, acondicionados em seus containers e transportados para as instalações da base de lançamento em Sriharikota.

Os containers com o satélite e seus equipamentos foram levados para o Prédio de Preparação de Satélites da Organização Indiana de Pesquisa Espacial (Indian Space Research Organization – ISRO). Os containers foram abertos e seu conteúdo inspecionado pela equipe. Em seguida, foram montados os equipamentos de teste e suporte, mecânicos e elétricos, tanto na Sala de Integração (área limpa), como na Sala de Controle do satélite.

Nas instalações da ISRO seus módulos foram acoplados e o satélite foi integrado ao sistema de separação do veículo lançador PSLV-C51 (foto abaixo).

Evolução da Campanha de Lançamento

Na primeira semana de fevereiro, a equipe técnica do INPE concluiu as atividades exclusivas do satélite Amazonia 1 na base de lançamento de SHAR. A fase de atividades exclusivas e a integração com o sistema de separação foi realizada no laboratório chamado SP 1 B (Satellite Preparation 1 B).

A partir deste estágio, as atividades devem ser realizadas no laboratório chamado, SP 2 B (Satellite Preparation 2 B) e finalmente, na torre de lançamento (SP 3). No laboratório SP 2 B, serão realizadas as atividades de verificação de estanqueidade, enchimento do tanque de combustível e integração com o quarto estágio do PSLV.

No último dia 5, o Amazonia 1 foi transportado do SP 1B para o SP 2 B. Embora a distância entre os dois prédios seja de aproximadamente 7 km, o transporte levou cerca de 90 minutos. Isso foi necessário para cumprir os requisitos de transporte do Amazonia 1 e também os protocolos de segurança da base de SHAR. O Amazonia 1 já foi ligado no SP 2 B e foi verificado que se encontra em perfeitas condições para prosseguir com o cronograma de atividades. Dessa forma, até o momento, todas as atividades planejadas estão sendo executadas conforme o cronograma e concluídas com sucesso e o Amazonia 1 segue seu caminho rumo ao lançamento, no dia 28 de fevereiro de 2021.

Fonte: Portal BIDS

Participe do nosso grupo e receba as principais notícias do Defesa em Foco na palma da sua mão.

blank

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.



Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!