A Saab assinou um acordo com a FMV para a extensão da vida útil de dois navios de contramedidas de minagem da classe Koster. O valor do pedido é de 350 milhões coroas suecas. O contrato também inclui opções para a FMV solicitar medidas relacionadas aos três navios restantes da classe Koster. O valor total das opções é de 270 milhões coroas suecas.

O contrato com a FMV significa que a Saab realizará extensões de vida de dois navios de contramedidas de minagem da classe Koster. A modernização envolve uma troca de sistemas para extensão da vida útil e recursos aprimorados para garantir a operacionalidade contínua. O programa inclui, entre outras coisas, uma nova instalação de radar de navegação e capacidades aprimoradas ligadas a sistemas de combate e sensores de superfície.

“Os navios de contramedidas de minagem são uma capacidade importante para a Suécia e para a proteção do Mar Báltico. O contrato significa que a disponibilidade contínua dos navios está garantida e é uma prova da competência da Saab em modificar e desenvolver capacidades em plataformas existentes”, disse Lars Tossman, chefe da área de negócios da Saab Kockums.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

As principais capacidades desses navios são a desminagem naval, caça submarina e vigilância marítima. Quando envolvidos em guerra antissubmarina, os navios podem, por exemplo, usar minas, cargas de profundidade e granadas.

Inicialmente, os navios de contramedidas de minagem foram denominados como classe Landsort, mas como cinco dos navios passaram por atualizações de meia-vida a partir de 2009, a classe foi renomeada como Koster. Ao mesmo tempo, os navios foram equipados com capacidades aumentadas, como, por exemplo, veículos subaquáticos controlados remotamente.