Google News

A Polícia Federal colocou à disposição da Polícia Civil de Minas Gerais apoio de papiloscopistas, para ajudar no trabalho de reconhecimento dos corpos após a tragédia em Capitólio, bem como de peritos criminais, para realização de exames de DNA.

A Superintendência da Polícia Federal em Minas Gerais disponibilizou profissionais do Núcleo de Identificação, que passam a colaborar a partir deste domingo, 9 de janeiro.

Fonte: Comunicação Social da Polícia Federal