blank
Militares da Marinha fiscalizam balsas do tipo “draga” em busca de ilícitos

Google News

No contexto da Operação “Ágata Conjunta Amazônia”, nos dias 26 e 27 de março, durante fiscalização em balsas do tipo “draga”, o Comando Conjunto Amazônia, por meio da Força Naval Componente e Polícia Federal, apreendeu armas, munições de calibre .38 e .40, mercúrio e telefone satelital, no Rio Japurá.

Entre no canal do Defesa em Foco no Whatsapp e fique por dentro de todas as notícias do dia

No momento da abordagem foram verificados indícios de que as “dragas” haviam sido utilizadas recentemente na extração ilegal de ouro, indicado pela presença dos moldes encontrados para confecção de joias e de mercúrio utilizado durante o processo. O material apreendido foi conduzido pela Polícia Federal.

A Operação “Ágata” tem como objetivo manter a soberania do País, por meio do combate ao tráfico de drogas e armamentos, por via fluvial, e coibir a ação de embarcações do tipo “draga”, utilizadas para a extração ilegal de minérios sem autorização dos órgãos competentes.