blank
Militares participantes da Operação “Obangame Express 2022”

Google News

O Navio-Patrulha Oceânico (NPaOc) “Amazonas”, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Sudeste, participou, entre 12 a 17 de março, da fase de mar da Operação “Obangame Express 2022”, tendo realizado exercícios com as Marinhas da Namíbia, Angola, Congo e República Democrática do Congo.

Entre no canal do Defesa em Foco no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia

Durante os exercícios, o navio operou com os navios NS “Elephant” (Namíbia), P202 “N’zinga Mbandi” (Angola), P202 (Congo) e P141 “Moliro” (República Democrática do Congo). Foram geradas abordagens colaborativas e não colaborativas para cenários simulados de suspeitas de atividades de pesca ilegal, imigração ilegal, tráfico de drogas e de armas, pirataria, contrabando, sequestro e roubo armado.

blank
NPaOc “Amazonas”, ao fundo, durante os exercícios realizados na
Operação “Obangame Express 2022”

O Destacamento de Mergulhadores de Combate foi utilizado para o cenário de abordagem não colaborativa, visando ao controle do figurativo contato de interesse, para o embarque do Grupo de Visita e Inspeção (GVI). Em outros exercícios, os GVI dos navios embarcaram no NPaOc “Amazonas”, este como contato de interesse, e foram acompanhados pelos militares do navio.

Os exercícios foram fundamentais para desenvolver a confiança e a capacitação das Marinhas envolvidas, contribuindo para o incremento da segurança marítima naquela região e para o estreitamento dos laços de amizade entre os países participantes.

blank
GVI do Navio-Patrulha Oceânico “Amazonas” a bordo do NS “Elephant” durante
exercício de abordagem em contato de interesse