blank

O Navio Hidroceanográfico “Cruzeiro do Sul” (NHoCSul) realiza, desde o dia 03 de Junho, a comissão “Pro Amazônia Azul I”, no litoral Nordeste do país. A comissão atua em apoio à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e à Ação PRO AMAZÔNIA AZUL, da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar (CIRM).

Após 44 dias de trabalho, completando a primeira metade das atividades previstas, o Navio realizou a coleta de dados batimétricos e de subfundo, por meio de equipamentos como o ecobatímetro multifeixe EM-122 e o SBP-120, respectivamente. Assim, finalizou o geoimageamento de uma área localizada no litoral do Ceará, processo que possibilitou a descrição de feições submarinas na margem continental brasileira, em cumprimento ao Plano de Trabalho de Hidrografia da Diretoria de Hidrografia e Navegação (DHN).

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

O NHoCSul realizou ainda, a coleta programada de dados de batimetria e de subfundo em favor do Projeto “SEABED MAP” da UFRN, Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) e Serviço Geológico do Brasil (SGB-CPRM), em áreas ao longo da costa do Rio Grande do Norte. Com isso, levantou dados que, até então, eram praticamente inexistentes, como de batimetria do talude na costa do estado e de zonas de transição entre os continentes e bacias oceânicas adjacentes. A atividade possibilitou a caracterização de cânions submarinos e uma melhor descrição de feições da morfologia da Bacia Potiguar.

blank
Áreas nas quais foram coletados dados de batimetria e de subfundo

O estudo do substrato marinho de regiões ainda carentes de dados hidroceanográficos é de grande importância para o planejamento espacial marinho, contribuindo com os diversos setores de exploração de recursos marinhos e indústrias offshore (eólica, petrolífera, pesqueira, entre outras), além de, em última instância, colaborar com o desenvolvimento do país e a soberania nacional.

O navio seguirá obtendo dados hidroceanográficos, desta vez em áreas no litoral dos estados de Sergipe e Bahia, e cumprindo atividades previstas até o fim da comissão, programado para o dia 09 de Agosto.