Em apoio à Força-Tarefa do Governo Federal, o Ministério da Defesa e as Forças Armadas prestam assistência às vítimas de enchentes no sul da Bahia desde 11 de dezembro, por meio de ações que incluem o transporte de cestas básicas, água potável, remédios, equipes médicas, roupas e produtos de higiene, além da desobstrução de vias interditadas pelas fortes chuvas.

Nesta quinta-feira (27), embarcações da Marinha transportaram funcionários e pacientes até o Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus, que ficou inacessível por via terrestre em função das fortes chuvas que bloquearam a rodovia BR-415. Já a Força Aérea Brasileira (FAB) auxiliou no traslado de equipe de resgate, alimentos e 118 galões de água mineral para o município de Ibicaraí.

O Ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto, reforçou a agilidade da operação de apoio ao estado. “O socorro às vítimas de enchentes na Bahia não para. Desde o dia 11 de dezembro, quando estivemos na região e acompanhamos a gravidade do desastre, iniciamos os esforços de assistência. A população baiana poderá sempre contar com as Forças Armadas”, ressaltou.

Para amenizar a situação de emergência em 24 municípios no sul da Bahia, as Forças Armadas, no dia 22 de dezembro, transportaram cerca de 60 toneladas de donativos para atender as vítimas das chuvas intensas que acometeram a região.

Marcelo Barros, com informações do Ministério da Defesa
Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui