Ingressar na carreira militar é um sonho para muitos. Neste sábado (11), a Turma Dom Pedro I da Escola Naval, no Rio de Janeiro, recebeu o Espadim, símbolo do aspirante, passo importante do militarismo. A solenidade ocorreu na instituição e foi prestigiada pelo Ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira.

A cerimônia de Juramento à Bandeira e de entrega de Espadins contou com 168 jovens – dos quais 12 mulheres – de diversos estados do Brasil, bem como dos países Cabo Verde e de Camarões.

WhatsApp Image 2022-06-11 at 11.31.55.jpeg

A Escola Naval é a instituição de ensino superior mais antiga do País. Ensina e forma oficiais para os Corpos da Armada, de Fuzileiros Navais e de Intendentes da Marinha. Possui, atualmente, um efetivo de cerca de 750 Aspirantes.

Por meio do desenvolvimento de atividades complementares, além da formação acadêmica militar-naval inerente à carreira, a instituição aprimora os aspectos físico, cívico e cultural.

WhatsApp Image 2022-06-11 at 10.25.09 (1).jpeg

Fotos: Igor Soares

Marcelo Barros, com informações do Ministério da Defesa
Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui