O Ministério da Defesa do Brasil promoveu, nesta terça-feira (07), um encontro virtual com autoridades do governo esloveno para divulgar as empresas aeronáuticas e de defesa brasileiras. A iniciativa visa mostrar ao mundo que o país é detentor de tecnologias de ponta e um parque fabril extenso, além de estreitar relacionamentos com outras nações e fortalecer a área de defesa do país. Entre os produtos brasileiros apresentados, estavam radares, soluções para comando e controle, aeronaves e soluções para manutenção e modernização, soluções navais, armamentos convencionais, como pistolas, fuzis e não letais, bombas e foguetes, uniformes e coletes, e blindagem. A ação contou com o apoio da Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (ABIMDE) e do Sindicato Nacional das Indústrias de Materiais de Defesa (SIMDE). O Secretário de Produtos de Defesa do Brasil, Rui Chagas Mesquita, destacou a importância de estreitar os laços com a Eslovênia e apresentar o vasto potencial da Base Industrial de Defesa brasileira para fortalecer a área de defesa da região e conectar o setor privado de ambos os países.

Marcelo Barros, com informações do Ministério da Defesa
Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).