No dia 4 de janeiro, militares da Companhia de Comando da 6ª Região Militar compareceram à Fundação Hematologia e Hemoterapia da Bahia (HEMOBA), a fim de dar continuidade ao programa permanente de doação de sangue, sob a responsabilidade do Comando Conjunto Bahia (Marinha do Brasil, Exército Brasileiro e Força Aérea Brasileira), que foi iniciado no mês de abril do ano passado, juntamente com as demais medidas de apoio para conter os efeitos pandemia da Covid-19.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Com a pandemia, as doações de sangue diminuíram e a Fundação HEMOBA entrou em nível crítico de quantidade de bolsas de sangue em praticamente todos os tipos sanguíneos com fator RH negativo.

A intenção das Forças Armadas é manter a doação de sangue constante enquanto o nível estiver crítico e alertar a sociedade quanto à importância desse ato, incentivando a doação.

blank

Fonte: 6ª RM
Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).