blank
Oficiais da Engenharia do Brasil iniciam a capacitação de novos Monitores Nacionais em desminagem na Colômbia

Bogotá (Colômbia) – No dia 18 de julho, os militares brasileiros que compõem o Grupo de Assessores Técnicos Interamericanos na Colômbia (GATI-CO), Tenente-Coronel de Engenharia do Exército Brasileiro Cláudio Santos Bispo e Capitão-Tenente (FN) da Marinha do Brasil Gustavo Lopes da Silva Freitas, iniciaram a capacitação de militares colombianos que serão empregados na função de Monitor Nacional em Desminagem Humanitária.

Os oficiais da Engenharia brasileira iniciaram as atividades programadas para o segundo curso de 2022. Foram selecionados nove militares, sendo sete do Exército Nacional da Colômbia e dois da Marinha Colombiana com experiências e capacitações básicas em operações de desminagem que os habilitam para realizarem o curso ministrado pelo GATI-CO. A presente turma tem um destaque relevante que é a presença, após cinco anos, de uma oficial do corpo feminino do Exército colombiano, o que evidencia a participação das mulheres nessa função de grande importância para as operações de desminagem.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Os eventos planejados para a condução do curso ocorrerão nas áreas pertencentes à Escola de Engenheiros Militares do Exército colombiano e contarão com instruções teóricas e práticas, realização de exercícios e eventos simulados, participação em seminários voltados ao tema da desminagem no país e visitas de instrução. Os Assessores Interamericanos do Brasil contarão com o apoio de organismos nacionais e internacionais, como a representação da Direção da Ação integral Contra Minas Antipessoal (DAICMA) e de Instituições Militares, como a Brigada de Desminagem Humanitária Nº 1 (BRDEH-1) que contribuirão para ampliar o conhecimento técnico dos novos Monitores Nacionais.

A atuação dos oficiais da Engenharia do Brasil, em apoio ao Comando Geral das Forças Militares colombianas, tem contribuído para ampliar a capacidade operativa dos militares nas Operações de Desminagem Humanitária. Os alunos concludentes poderão ser empregados na gestão de qualidade dessas operações, o que garantirá que áreas do país, ainda minadas, estarão livres de qualquer suspeita de minas ou artefatos explosivos improvisados.

blank blank