Aspirantes no UH-15 acompanhando exercícios da Força Aeronaval no convoo do NAM “Atlântico”

O Grupo-Tarefa, formado por seis meios da Esquadra brasileira, suspendeu na manhã desta quinta-feira (14) em direção à região Sul do País. A previsão é que sejam sete dias de mar até o porto de Itajaí (SC). Neste período, os Aspirantes embarcados irão cumprir um cronograma de tarefas que os permitirá conhecer as diversas seções e atividades desenvolvidas nos navios.

Sob o comando do Comandante da 2ª Divisão da Esquadra (ComDiv-2), Contra-Almirante Eduardo Augusto Wieland, os meios participantes da “Aspirantex/2021” realizarão diversos exercícios, de caráter estritamente militar-naval, como manobras táticas simuladas; exercícios de tiro de superfície e antiaéreo; trânsitos sob ameaças aéreas, de superfície e submarino; e outras tarefas relacionadas à manutenção e aprestamento dos meios. “Neste ano, pela primeira vez, as Aspirantes poderão optar pelo Corpo da Armada e de Fuzileiros Navais, podendo, em um futuro próximo, pilotar uma aeronave ou mesmo comandar navios e grupamentos operativos de fuzileiros”, declarou o Comandante do Grupo-Tarefa.

Neste primeiro dia de mar, os Aspirantes a bordo do Navio-Aeródromo Multipropósito (NAM) “Atlântico” acompanharam exercícios de Qualificação e Requalificação de Pouso a Bordo (QRPB), realizados pelos Esquadrões HU-2 e HS-1 no convoo do navio. Embarcados nas aeronaves “Super Cougar” (UH-15) e “Seahawk” (SH-16), os futuros Oficiais observaram de perto o trabalho dos pilotos navais e tiraram dúvidas sobre a Força Aeronaval. Essa experiência vai auxiliar o Aspirante Sfredo a definir sua escolha. “Tenho familiares que são pilotos e sempre tive vontade de aprender mais sobre a área. Quero aproveitar muito essa oportunidade que a ‘Aspirantex’ está oferecendo”, declarou.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Na Corveta “Barroso”, os Aspirantes foram recepcionados no portaló pelo Capitão de Fragata Erico, Imediato do navio, e receberam as boas-vindas do Comandante do navio, Capitão de Fragata Komatsu. No período de embarque, os futuros Oficiais poderão acompanhar o serviço com Oficiais no Passadiço e no Centro de Operações de Combate, além de participar da rotina do navio, adquirir experiências e tirar dúvidas sobre o Corpo da Armada.

aspirantes sao recepcionados pelo imediato no portalo da
Aspirantes são recepcionados pelo Imediato no portaló da Corveta “Barroso”

Fonte: Marinha do Brasil

Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).