Guarda-Marinha lança flores ao mar, com USS "Zephyr" ao fundo.

No dia 15 de novembro, após conduzir exercícios com o contratorpedeiro USS “William P. Lawrence”, da Marinha dos Estados Unidos da América (EUA), em 28 de outubro, durante a XXXIV Viagem de Instrução de Guardas-Marinha (VIGM), o Navio-Escola “Brasil” participou de uma homenagem aos tripulantes mortos, dentre eles dois oficiais brasileiros, no naufrágio do submarino norte-americano “R-12”, ocorrido durante a Segunda Guerra Mundial.

Contando com uma representação de Guardas-Marinha e da tripulação e com a participação dos Navios USS “Zephyr”, da Marinha Norte-Americana e do USCGC “Charles Sexton”, da Guarda-Costeira daquele país, a homenagem consistiu no lançamento de flores ao mar a partir do Navio brasileiro.

WhatsApp Image 2020 11 15 at 16.54.04

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

A VIGM, como etapa final da formação dos Oficiais egressos da Escola Naval, tem entre seus propósitos o de estreitar os laços com as nações amigas e familiarizar os Guardas-Marinha com as atividades associadas às Diplomacias Naval e de Defesa, em apoio à Política Externa brasileira. Os próximos portos do Navio-Escola serão Galveston, nos EUA, e Santo Domingo, na República Dominicana.

de54d2e2 511d 4b7b b9a1 19effafce124

O USS “R-12” era um submarino da classe “Romeo”, utilizado à época para treinamento das tripulações de submarinos de combate. O navio naufragou em 12 de junho de 1943, quando realizava uma missão na região de Key West, Flórida. Entre os mortos estavam os CapitãesTenentes JULIO LIMA DE MOURA e ALBERTO GONÇALVES ROSAURO DE ALMEIDA, da Marinha do Brasil, que encontravam-se embarcados realizando intercâmbio com a Marinha dos Estados Unidos.

Em 11 de junho de 1945, os oficiais brasileiros foram condecorados postumamente com a Medalha de Serviços de Guerra.

Desta forma, irmanadas nesse dia, as Marinhas do Brasil e dos Estados Unidos prestaram as justas homenagens àqueles que perderam suas vidas no cumprimento do dever.

Fonte: CCSM

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).