blank
Militares da Marinha do Brasil estão em Petrópolis desde segunda-feira (21)

Google News

Após o temporal que atingiu novamente a cidade de Petrópolis (RJ), no último domingo (20), a Marinha do Brasil (MB) enviou um destacamento avançado de reconhecimento e ligação para verificar a situação.

Entre no canal do Defesa em Foco no Whatsapp e fique por dentro de todas as notícias do dia

Na segunda-feira (21), foi instalado um Gabinete Integrado de Gestão de Crise, composto por representantes de órgãos federais, estaduais e municipais, incluindo a MB, para realizar a coordenação das ações a serem tomadas em apoio à população de Petrópolis, devido aos danos causados pela ocorrência das fortes chuvas que atingiram a cidade.

blank
Retroescavadeira da Marinha do Brasil atuando em Petrópolis (RJ)

Até o momento, são 12 viaturas e equipamentos de engenharia atuando na cidade, dentre elas: caminhões para transporte de carga e pessoal, viaturas leves, ambulância, tratores e outros equipamentos de engenharia. Ao todo, 36 militares atuam na desobstrução das vias.

A rápida mobilização e o pronto emprego da Força demonstra a capacidade expedicionária do Corpo de Fuzileiros Navais, que possui condições de atuar com flexibilidade e versatilidade em diversas operações. O tema, inclusive, foi pauta de uma entrevista concedida nesta semana à Agência Marinha de Notícias pelo Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais, Almirante de Esquadra (Fuzileiro Naval) Jorge Armando Nery Soares.