Almirante Olsen durante sua participação no evento

Em 26 de novembro, a Marinha, por meio da Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha (DGDNTM), participou da 23ª Reunião do Comitê de Cooperação Conjunto Brasil-França para Submarinos (CCCBF), realizada na Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas (UFEM), no Complexo Naval de Itaguaí.

A reunião teve por objetivo acompanhar os avanços no Programa de Submarinos (PROSUB) no período compreendido entre junho e novembro de 2020. O acompanhamento consiste na avaliação das metas contratuais da construção dos quatro submarinos diesel-elétricos (S-BR) da classe “Riachuelo”, da edificação da infraestrutura industrial do Complexo Naval de Itaguaí e do projeto e fabricação do futuro submarino convencional com propulsão nuclear (SN-BR).

O CCCBF, criado em decorrência do Acordo assinado em 23 de dezembro de 2008 entre os Governos da República Federativa do Brasil e da República Francesa, é co-presidido pelo Diretor-Geral da DGDNTM, Almirante de Esquadra Marcos Sampaio Olsen, representando a parte brasileira, e pelo Diretor de Desenvolvimento Internacional da Direction Générale de l’Armement (DGA), General Engenheiro Thierry Carlier, pela parte francesa.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Ao Comitê, incumbe, ainda, supervisionar a adequada execução das cooperações definidas no Acordo, manter-se atualizado sobre o progresso dos contratos subsequentes, pesquisar e implementar soluções apropriadas ao surgimento eventual de óbices na cooperação e alinhavar a prestação de contas de seus trabalhos a cada semestre.

Fonte: CCSM

Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).