Detalhes do resgate por aeronave da Marinha do Brasil

O navio mercante “CMA CGM RHONE”, de bandeira de Malta e que se deslocava do Porto de Sepetiba para o Porto de Tanger-Marrocos, acionou, em 12 de junho, o Salvamar Sueste, estrutura orgânica responsável por Operações de Busca e Salvamento (SAR) na área do Comando do 1º Distrito Naval, reportando possuir um tripulante com sintomas de doença gastrointestinal grave e cuja avaliação médica indicava a necessidade de evacuação.

O navio, que se encontrava a 90 milhas náuticas (cerca de 165 km) de Cabo Frio (RJ), foi orientado a se aproximar dessa localidade e a Aeronave de Serviço da Esquadra (ASE), um SH-16 pertencente ao Comando da Força Aeronaval, sediado em São Pedro da Aldeia (RJ), decolou com uma equipe de Evacuação Aeromédica (EVAM) a bordo.

Após o resgate, a aeronave seguiu para o aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro (RJ), onde a equipe SAR da Capitania dos Portos (CPRJ) apoiou o desembarque do enfermo para uma ambulância que realizou o traslado até um hospital no bairro de Laranjeiras.

A rapidez das ações e o profissionalismo das equipes permitiram que o enfermo fosse prontamente atendido em clínica especializada, sendo o diferencial no salvamento de uma vida.

Marcelo Barros, com informações e imagens da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui