blank
Comandantes e representante das unidades envolvidas no Adestramento Conjunto de SLOp, por ocasião do encerramento da 1ᵒ Fase de Seminários

Google News

Sob coordenação do Comando Naval de Operações Especiais (CoNavOpEsp), teve início no dia 27 de março, na região da BAeNSPA em São Pedro da Aldeia (RJ), o Adestramento Conjunto Específico de Salto Livre Operacional, envolvendo Destacamentos da Marinha (Batalhão de Operações Especiais de Fuzileiros Navais e Grupamento de Mergulhadores de Combate), do Exército (1º Batalhão de Forças Especiais – 1ºBFE, 1º Batalhão de Ações de Comandos – 1ºBAC, 3ª Companhia de Forças Especiais – 3ªCiaFEsp e Companhia de Precursores Pára-quedista – CiaPrecPqdt) e da Força Aérea (Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento – EAS/PARA-SAR), além de organizações militares de apoio das três Forças Singulares.

Entre no canal do Defesa em Foco no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia

Durante duas semanas, mesclando conteúdo teórico e prático, serão realizados intercâmbios de técnicas, táticas e procedimentos (TTP) de SLOp à baixa e grande altitude, navegação por velame aberto, comandamento à baixa e grande altura, utilizando aeronaves de asa fixa e rotativa, incluindo uma infiltração por helicóptero a partir do Navio Doca Multipropósito “Bahia”. O SLOp à grande altitude, em especial, requer grande capacitação técnica dos saltadores, configuração específica da aeronave e equipamentos especiais de suprimento de oxigênio. Além da ênfase em aspectos táticos, o adestramento abordará, ainda, aspectos logísticos e de Comando e Controle específicos para esse tipo de atividade.

Promovida e supervisionada pelo Ministério da Defesa, a atividade, que segue até o dia 8 de abril, faz parte de uma série de adestramentos voltados para o nivelamento e a padronização de procedimentos, assim como divulgação e assimilação de boas práticas e lições aprendidas entre as Forças Armadas, viabilizando e aprimorando o emprego conjunto e a interoperabilidade.