Maio Amarelo: o desafio da conscientização sobre o perigo do excesso de velocidade

blank

Google News

Velocidade: assunto de extrema importância para o Movimento Maio Amarelo 2021 e que está constantemente nos estudos sobre causas de acidentes graves. Item considerado um dos grandes desafios para os órgãos de trânsito e que sempre recebe extrema atenção da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na conscientização dos condutores sobre a gravidade da prática da velocidade excessiva.

Afinal, você sabe como é calculada a velocidade permitida para as rodovias?

Diversos dados técnicos são avaliados e considerados para se determinar o limite como condições do pavimento e traçado da via, se ela é simples ou dupla, perímetro urbano com presença constante de pedestres e acessos a viadutos e cidades, fluxo e tipos de veículos que transitam na região.

Além de seguir as informações fornecidas pelas placas de sinalização, a PRF orienta que os motoristas analisem as condições adversas presentes, tais como: alterações do clima (chuva, neblina, granizo, vento), visibilidade (excesso ou ausência de iluminação solar ou artificial, produtos refletivos, faróis com luz alta ou apagados, fumaça), condições da via (trechos escorregadios, buracos, desníveis, aclives e declives, desvios, obras) mau estado de conservação dos veículos, estado físico e mental do condutor. Nesse contexto, vale lembrar que nem sempre elas aparecem isoladamente, tornando o perigo ainda maior.

Em alguns locais, mesmo em baixa velocidade, a atenção do motorista precisa ser redobrada, pois qualquer uma dessas situações pode representar um risco em potencial de ocorrência. Por isso, a importância dos conhecimentos básicos da direção defensiva, onde o motorista adota condutas seguras e compatíveis diante da ocasião.

Em eventos envolvendo pedestres, ciclistas ou motociclistas, a incidência de fatalidade é diretamente proporcional ao aumento da velocidade, isto é, a chance de sobrevivência diminui quando há excessos. Portanto, é necessária a conscientização sobre o grau de responsabilidade que se deve ter ao assumir a direção de um veículo.

Quando se realiza uma viagem com uma velocidade constante, além de mais segura, o aumento do tempo de duração do percurso tem pouca variação. Por isso, exceder a velocidade em pequenos trechos não representa uma vantagem compensatória, serão minutos a menos e sérios riscos a mais.

O ato de dirigir não se caracteriza apenas por um deslocamento ou mera condução, envolve uma relação social onde todos os atores merecem transitar com segurança.

Durante esse período da pandemia Covid-19, surgiu uma grande comoção pelas vidas perdidas, entretanto todos os anos milhares de pessoas morrem em acidentes. Torna-se imprescindível que cada cidadão também entenda sua participação nessa triste estatística e mude seus hábitos no trânsito, consequentemente repercutirá na redução dos índices de letalidade. Essas atitudes demonstram respeito pela própria vida e a do próximo.

Fonte: Agência PRF

Participe do nosso grupo e receba as principais notícias do Defesa em Foco na palma da sua mão.

blank

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.



Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui