Na última terça-feira, 11 de junho, as crianças do Programa Forças no Esporte (PROFESP) tiveram a oportunidade de explorar a rica história marítima do Brasil com uma visita ao Museu Náutico da Bahia. Localizado no histórico Forte de Santo Antônio da Barra, em Salvador, o museu oferece um mergulho na cultura e na história náutica da Baía de Todos-os-Santos.

Impacto Educacional e Cultural da Visita

A visita ao Museu Náutico da Bahia proporcionou uma experiência educativa única para as crianças do PROFESP. Elas foram guiadas por especialistas que apresentaram as diversas exposições, incluindo achados arqueológicos submarinos e uma vasta coleção de instrumentos de navegação e sinalização náutica. A interação com essas peças históricas permitiu que os jovens participantes visualizassem e compreendessem a importância da navegação para o desenvolvimento do Brasil.

Integração entre História e Educação

A experiência no museu foi além da simples observação. As crianças participaram de atividades interativas que integraram conhecimento histórico e educativo, tornando o aprendizado mais dinâmico e envolvente. A história do Forte de Santo Antônio da Barra, um dos primeiros sinais de apoio à navegação nas Américas, e a importância do Farol da Barra foram temas centrais discutidos durante a visita. Este farol, instalado originalmente em 1698, não só guia navios há séculos como também é um símbolo da rica herança marítima do Brasil.

Depoimentos das Crianças sobre a Visita

Para os jovens do PROFESP, a visita ao Museu Náutico da Bahia foi uma experiência memorável. Muitos deles expressaram entusiasmo e curiosidade ao descobrir mais sobre a vida marítima e militar da região. “Foi muito interessante ver como os instrumentos antigos funcionavam e ouvir as histórias sobre os navios que passaram por aqui,” disse João, um dos participantes. Maria, outra jovem visitante, comentou: “Aprendemos muito sobre a história do Brasil e como os faróis ajudaram na navegação. Foi um dia incrível!”

Marcelo Barros, com informações e imagens da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui