Na última reunião da Congregação do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) foi aprovado o novo Programa de Formação Complementar (PFC), também conhecido como Minor, em Engenharia de Controle e Automação. Atualmente, cinco dos seis cursos de graduação em Engenharia possuem em seus currículos disciplinas obrigatórias de Controle, característica que motivou a criação do novo programa. Além disso, as áreas de atuação da Engenharia de Controle e Automação são bastante amplas e a participação neste Minor contribuirá com a formação dos estudantes de engenharia do Instituto.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Previsto para iniciar já no segundo semestre de 2021, o objetivo do novo PFC é proporcionar aos alunos de graduação uma formação complementar, transversal aos cursos de engenharia, que os habilite para trabalhar como engenheiros de Controle e Automação, sem a necessidade de complementação após a graduação. A coordenação do Minor será rotativa entre os Departamentos de Sistemas e Controle (IEE-S), de Mecânica do Voo (IEA-B) e de Mecatrônica (IEM-M), contando cada um com um representante no Conselho do PFC.

s disciplinas do novo Programa poderão ser cursadas durante toda a graduação. O aluno deverá concluir uma carga horária de 240 horas, sendo 144 horas-aula, 40 horas de atividades complementares e 80 horas no desenvolvimento de uma monografia. Além do novo Minor em Controle e Automação, o ITA também oferece outros Programas de Formação Complementar nas áreas de Física, Inovação e Bioengenharia.

Fonte: Portal BIDS