blank
No ano de 2004, o Conselho de Segurança das Nações Unidas adotou a Resolução nº 1542, estabelecendo a MINUSTAH. Diante do compromisso brasileiro de contribuir para a criação de um ambiente seguro e estável no Haiti, o Comandante do Exército, em Portaria nº 090, de 23 de fevereiro de 2005, determinou que, em 1º de março daquele mesmo ano, fosse criado o Centro de Instrução de Operações de Paz (CI Op Paz), cujo primeiro desafio foi o de conduzir o preparo do 3º Contingente da então Brigada Haiti. O Centro se instalou provisoriamente no aquartelamento do 57º Batalhão de Infantaria Motorizado (Escola), o tradicional Regimento Escola de Infantaria, a unidade-base do Batalhão Haiti.

Em 08 de dezembro de 2008, recebeu a denominação histórica de “Centro Sergio Vieira de Mello” em homenagem ao ilustre brasileiro, que serviu por mais de três décadas na ONU e que perdeu a vida em um atentado no Iraque. Naquele mesmo ano, o Centro assumiu, definitivamente, a preparação de todos os militares do Exército designados para missões de paz individuais, conduzido até então pelo Comando de Operações Terrestres (COTER).

Em 15 de junho de 2010, o CI Op Paz foi designado para a preparação de militares e civis brasileiros e de nações amigas a serem enviados em missões de paz e de desminagem humanitária e a sua denominação foi alterada para Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB), passando a integrar, assim, instrutores das três Forças Armadas e de Forças Auxiliares, além de instrutores convidados de nações amigas.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Neste 1º de março de 2022, o Centro comemora dezessete anos de existência (cinco como CI Op Paz e doze como CCOPAB), nos quais vem se destacando pela excelência na capacitação de militares, policiais e civis para atuarem no ambiente cada vez mais desafiador das missões de paz e de desminagem humanitária.

Esta excelência se deve aos homens e mulheres que contribuíram, com dedicação, profissionalismo e entusiasmo, para que o Centro se tornasse “A Casa do Soldado da Paz”. Cumprimentamos, especialmente, os “Pioneiros do CI Op Paz”, que, com grande abnegação, plantaram esta semente para o Brasil e para o mundo.

blank
Brasil! Integração!

#ccopab