Na manhã do dia 10 de janeiro de 2024, um evento significativo marcou a continuidade da colaboração entre o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI/PR) e a Marinha do Brasil, destacando a importância estratégica do Programa Nuclear Brasileiro. O encontro teve a presença do Contra-Almirante Pedro Lima Silva Filho, Subchefe de Logística do Estado-Maior da Armada, e seu sucessor, Contra-Almirante Gustavo Leite Cypriano Neves, no Centro Nacional de Gerenciamento de Emergência Nuclear, em Brasília.

Objetivos Estratégicos e Cooperação

Este encontro teve como foco principal a atualização sobre assuntos nucleares, reiterando o papel do GSI/PR como órgão central do Sistema de Proteção ao Programa Nuclear Brasileiro (Sipron) e coordenador do Comitê de Desenvolvimento do Programa Nuclear Brasileiro (CDPNB). A presença de altos oficiais da Marinha do Brasil neste evento reflete a interconexão e a sinergia entre as instituições envolvidas na segurança e no desenvolvimento do programa nuclear do país.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Importância do Programa Nuclear Brasileiro

O Programa Nuclear Brasileiro é um componente chave da estratégia nacional para alcançar a autossuficiência energética, promover a inovação tecnológica e garantir a segurança nacional. A colaboração entre o GSI/PR e a Marinha do Brasil é vital para assegurar que as atividades nucleares sejam conduzidas dentro dos mais altos padrões de segurança e em conformidade com as regulamentações internacionais.

Desafios e Perspectivas Futuras

A reunião entre o GSI/PR e os representantes da Marinha destaca a necessidade contínua de diálogo e cooperação entre as forças armadas e as agências governamentais para enfrentar os desafios do programa nuclear. Além disso, enfatiza a importância de atualizações regulares e do compartilhamento de conhecimentos para promover um desenvolvimento seguro e sustentável do setor nuclear no Brasil.

Com informações do GSI/PR

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).