blank

O Rio Exporta, boletim de comércio exterior do estado do Rio de Janeiro, elaborado pela Firjan, registrou aumento de 45% nas exportações para China, excluindo óleos brutos e petróleo, no acumulado do ano, de janeiro a agosto. De acordo com a última edição do boletim, os embarques também avançaram para o Uruguai (+49,2%) e para a França (+1%), considerando o comércio exclusive petróleo.

“A retomada da produção na China tem ajudado com uma certa volta à normalização dos embarques de produtos para aquele país, excetuando o petróleo”, explica Giorgio Rossi, coordenador da Firjan Internacional.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Com fluxo internacional de US$ 39,4 bilhões, o Rio de Janeiro manteve a posição de segundo player do país, se comparado com todos os estados brasileiros, perdendo apenas para São Paulo. De janeiro a agosto, o estado do Rio teve um aumento de 23% na corrente de comércio (soma da importação com a exportação), em relação ao mesmo período do ano passado. Cresceu principalmente pelo maior volume de importações, US$ 23,8 bilhões, diante dos US$ 15,6 bilhões em exportações. Esse resultado representou participação de 16% do Rio no comércio exterior do país. Já o saldo comercial ficou negativo em US$ 8,2 bilhões.

Fonte: Portos e Navios