Com a aprovação do uso emergencial, no Brasil, das vacinas para o combate à COVID-19, a Força Aérea Brasileira (FAB) empregará diversas aeronaves para a distribuição dos imunizantes, a partir desta segunda-feira (18). O primeiro dia de distribuição contará com, pelo menos, nove voos para cidades diferentes.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

As aeronaves C-130 Hércules, operadas pelo Esquadrão Gordo (1°/1° GT), realizarão os voos para Brasília (DF), Manaus (AM), Boa Vista (RR), Rio Branco (AC) e Porto Velho (RO). Os aviões C-105 Amazonas, operados pelo Esquadrão Onça (1°/15° GAV), realizarão o transporte das vacinas para Florianópolis (SC) e Campo Grande (MS). Já os aviões KC-390 Millennium, operados pelo Esquadrão Zeus (1° GTT), realizarão transporte dos imunizantes para as cidades de Goiânia (GO), Teresina (PI) e Fortaleza (CE). Por fim, duas aeronaves C-97 Brasília, operadas pelos Esquadrões Tracajá (1º ETA) e Cobra (7º ETA), realizarão voos para Macapá (AP) e Tabatinga (AM), respectivamente.

i211188335604499O Transporte Aéreo Logístico continuará no dia seguinte, terça-feira (19). Somente neste início da operação, a FAB deve transportar 44 toneladas de vacinas.

Segundo o Comandante do Esquadrão Onça, Tenente-Coronel Aviador Marcelo Alexandre Browne Issa, responsável por uma das Unidades Aéreas envolvidas na missão, este é um momento gratificante. “Esta é a primeira decolagem de muitas que a FAB realizará para o transporte das vacinas. A importância é imensurável, pois estamos somando esforços e fazendo o nosso melhor para atender aos anseios de todos os brasileiros”, disse.

De acordo com o Ministério da Saúde, as vacinas serão usadas, preferencialmente, para uso em programas de saúde pública e, inicialmente, destinadas para imunização de pessoas de grupos de risco como indígenas, idosos e profissionais de saúde.

i211188340702312As Forças Armadas estão, desde o início da Operação Covid-19, dedicando todos os seus esforços no apoio à população brasileira, no enfrentamento à pandemia da COVID-19 e, a partir deste momento, estão concentrando seus esforços no apoio à vacinação.

Operação COVID-19

O Comando da Aeronáutica está dedicando permanentemente o esforço do seu efetivo e de suas aeronaves 24 horas por dia e sete dias por semana em atendimento às necessidades da sociedade brasileira no enfrentamento à pandemia da COVID-19.

Fotos: Capitão Cláudio / 1°GTT; Tenente Assis / 1°/15° GAV; Soldados Siqueira e Jesus Alves/ BASP.

Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Cristiane
Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).