A Força Aérea Brasileira (FAB) lançou as Instruções Específicas para o Exame de Admissão ao Curso de Formação de Taifeiros da Aeronáutica (EI/EA CFT 2021) para ingresso em agosto de 2021. Neste ano, o Exame de Admissão ao CFT oferece 20 vagas. As inscrições poderão ser realizadas de 27/01 a 09/02. Para se inscrever basta acessar o site: http://www.fab.mil.br/ciaar. A taxa de inscrição é de R$60,00.

As vagas serão destinadas a candidatos de ambos os sexos, voluntários, desde que também atendam aos pré-requisitos, às condições e às normas estabelecidas nas Instruções Específicas. Para serem habilitados à matrícula no Curso de Formação de Taifeiros, os candidatos não podem ter menos de 17 anos e nem completar 25 anos de idade até 31 de dezembro de 2021, e devem ter concluído com aproveitamento o Ensino Médio (ou curso equivalente), e o Curso de Qualificação Profissional Básico de Garçom, para o caso da especialidade de Arrumador, ou de Cozinheiro para a especialidade de Cozinheiro, conforme legislação vigente, até a Validação Documental/Habilitação à Matrícula.

O Exame de Admissão é composto de provas escritas, inspeção de saúde, exame de aptidão psicológica, teste de avaliação do condicionamento físico, procedimento de heteroidentificação complementar (para candidatos que optarem pelo sistema de reserva de vagas para negros, previsto na Lei Nº 12.990, de 9 de junho de 2014) e validação documental.

As provas escritas ocorrerão no dia 11 de abril. Os aprovados em todas as etapas deste processo seletivo e selecionados pela Junta Especial de Avaliação (JEA) deverão se apresentar no Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR), em Lagoa Santa (MG), no dia 29 de julho, para habilitação à matrícula no curso que terá duração de 20 semanas.

Após a conclusão do curso com aproveitamento, o aluno será promovido à graduação de Taifeiro de Segunda-Classe e será distribuído e classificado em alguma das Organizações Militares do Comando da Aeronáutica (COMAER), localizadas em todo o território nacional, de acordo com a necessidade da Administração.

Fonte: FAB

Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui