blank

Google News

No dia 24 de março, o Exército Brasileiro em ação com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), no contexto da Operação Ágata Conjunta Amazônia 2022, realizou apreensão de equipamentos e inutilizou uma balsa sem autorização para exploração no Rio Cauaburis (AM).

Entre no canal do Defesa em Foco no Whatsapp e fique por dentro de todas as notícias do dia

Durante patrulhamento fluvial, o Comando de Fronteira Rio Negro/5º Batalhão de Infantaria de Selva (CFRN/5ºBISl), em uma área localizada próxima a uma comunidade indígena, no Rio Cauaburis, avistou uma balsa que se deslocava em direção à Santa Isabel do Rio Negro (AM). A embarcação estava em operação, tripulada por cinco pessoas. Foram encontrados, durante a revista de pessoal e material pela tropa, substância similar a mercúrio, (2) duas balanças de precisão e um caderno contábil. Nesse sentido, os agentes do IBAMA constataram, através da documentação apresentada, que se tratava de atividade de extração ilegal de minério.

Os agentes do IBAMA também recolheram o óleo e combustível do motor, desmontaram o mesmo e o compressor da balsa, com o objetivo de inutilizar a embarcação. Em comprometimento com a preservação e a defesa do meio ambiente, o Exército não realizou a destruição do material, por explosão ou fogo.

Os tripulantes que estavam na embarcação foram liberados pelos agentes ambientais, após a confecção de um Termo de Apreensão do material.

blank

blankblank