Na manhã do dia 8 de maio, o Exército Brasileiro celebrou o 78° aniversário do Dia da Vitória no Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra, em uma cerimônia conduzida pelo Ministério da Defesa. A data relembra o sacrifício dos militares que lutaram contra o nazifascismo durante a Segunda Guerra Mundial, em defesa da democracia e da liberdade.

Participação do Exército Brasileiro na cerimônia

O 1º Batalhão de Guardas representou o Comando Militar do Leste e o Exército Brasileiro na Guarda de Honra conjunta para o Ministro da Defesa, maior autoridade presente. Soldados da 1° Divisão de Exército formaram o “V” da Vitória na escadaria principal do Monumento, vestindo uniformes históricos da Segunda Guerra Mundial e conduzindo bandeiras dos países Aliados. A Bateria de Obuses do 8° Grupo de Artilharia Pára-quedista realizou 19 tiros de salva, e uma viatura blindada Guarani, do 1° Batalhão de Infantaria Mecanizado, também foi exposta no local.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Momentos de reverência e homenagens

O evento foi marcado por momentos de reverência aos militares tombados e aos ex-combatentes, como o toque de silêncio e a salva-fúnebre. Uma coroa de flores em homenagem ao Soldado Desconhecido foi colocada pelas autoridades militares e pelo Ministro da Defesa.

Agraciados com a Medalha da Vitória

Durante a solenidade, organizações militares e personalidades que contribuíram para a difusão dos feitos heroicos dos combatentes brasileiros na Segunda Guerra Mundial foram agraciadas com a Medalha da Vitória. A honraria também é destinada a personalidades que participaram de conflitos internacionais em defesa dos interesses do país, integraram missões de paz ou prestaram serviços relevantes ao Ministério da Defesa.

Encerramento das atividades

As atividades foram encerradas com o sobrevoo de duas aeronaves F-5M do 1° Grupo de Aviação de Caça – o Senta a Pua – e um desfile de veículos militares antigos do Clube de Veículos militares antigos do Rio de Janeiro.

article?img id=16586235&t=1683655577394
article?img id=16586242&t=1683655578086
article?img id=16586243&t=1683655578979
article?img id=16586248&t=1683655579832
article?img id=16586249&t=1683655580638
article?img id=16586250&t=1683655581640
article?img id=16586251&t=1683655582502
article?img id=16586252&t=1683655583363
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).