No dia 2 de junho, o 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Norte (EsqdHU-41) colaborou com o 2º Batalhão de Operações Ribeirinhas (2ºBtlOpRib) na realização de exercícios que fazem parte do Curso Expedito de Operações Ribeirinhas. A operação ocorreu na Ilha de Outeiro, em Belém (PA), e envolveu 21 alunos que participaram de adestramentos práticos com a aeronave N-7105.

Objetivo do Treinamento

O principal objetivo foi qualificar os militares, familiarizando-os com os meios aeronavais utilizados durante operações ribeirinhas. A presença do EsqdHU-41 e sua aeronave N-7105 foi crucial para garantir a eficácia dos treinamentos e a segurança dos participantes.

Métodos de Infiltração Treinados

blank

Durante a atividade, os alunos foram adestrados em três métodos de infiltração, essenciais para operações ribeirinhas:

  1. Rapel: Descida vertical em corda, utilizada para infiltrações rápidas e precisas em terrenos difíceis.
  2. Fast Rope: Descida vertical sem o uso de mosquetões e freios, onde o militar se utiliza apenas do atrito do calçado e das luvas com a corda para controlar a descida.
  3. Helocasting: Técnica de infiltração que consiste no lançamento dos militares sobre a água, com a aeronave em baixa altura e em movimento, permitindo uma inserção rápida e discreta.

Importância do Curso

O Curso Expedito de Operações Ribeirinhas é vital para a formação de militares aptos a atuarem em ambientes ribeirinhos, onde a familiaridade com as técnicas de infiltração e os meios aeronavais é essencial para o sucesso das missões. A cooperação entre o EsqdHU-41 e o 2ºBtlOpRib demonstra a sinergia entre diferentes unidades da Marinha do Brasil, visando a excelência operacional.

Marinha do Brasil Recebe Comitiva Italiana em Demonstrações de Defesa NBQR

Marcelo Barros, com informações e imagens da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui