No dia 28 de maio de 2021, A Escola de Sargentos das Armas (ESA) Escola Sargento Max Wolf Filho, celebra seus 127 anos; destes, 71 em Três Corações, completados no início do mês. Em meio a tantos motivos para comemorar, a ESA realiza uma semana de atividades.

Durante a semana, haverá formatura geral, competição de orientação, realização da prova invictus, palestra sobre a “história da ESA” e live da Banda de Música. Essas atividades comemorativas visam ao fortalecimento do espírito de corpo, com o envolvimento de toda a Escola, assim como, reforçam os valores e as missões militares e destacam a importância da ESA nesse contexto.

Nesse clima de rememoração da história, ao ser perguntado sobre como é fazer parte dela, o veterano General de Exército Jarbas Bueno da Costa, eterno comandante e amigo da ESA, ressaltou que “É importante, é uma vida inteira que eu comecei a minha participação no Exército, então, eu sempre terei uma ligação muito profunda com essa escola”.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Para o Comandante da Escola, General de Brigada Flavio Alvarenga Filho, comemorar esta data é “poder enaltecer a história da escola que vem formando gerações e gerações de sargentos de carreira, combatentes da Força Terrestre, sempre com profissionalismo, competência, seriedade e com foco nos valores e tradições que norteiam o Exército de Caxias”.

article 6 4
Histórico
Sediada em Três Corações, desde 1950, a Escola de Sargento das Armas foi criada no dia 21 de agosto de 1945, ao término da 2ª Guerra Mundial, por meio do Decreto Nº 7.888. Ela originou-se da Escola de Sargentos de 1894, fruto da necessidade de uma maior profissionalização nos corpos de tropa, ocupando inicialmente as instalações da antiga Escola Militar do Realengo (Rio de Janeiro).

A transferência da ESA, do Rio de Janeiro para Três Corações (MG), iniciou no ano de 1949 e só foi concluída em 25 de maio de 1950, após ter ocupado as antigas instalações do 19º Regimento de Cavalaria. A primeira turma concluiu o Curso de Sargentos, em terras tricordianas, no dia 21 de dezembro de 1950.

A ESA tem por missão formar, anualmente, Sargentos Combatentes de Carreira das armas de Infantaria, Cavalaria, Artilharia, Engenharia e Comunicações do Exército Brasileiro; exercer o controle técnico-pedagógico do primeiro ano do Curso de Formação e Graduação de Sargentos (CFGS), realizado em Unidades Escolares Tecnológicas do Exército (UETE); conduzir o concurso de admissão aos CFGS de carreira, em conformidade com as instruções reguladoras específicas fixadas pelo Departamento de Educação e Cultura do Exército (DECEx) e contribuir para o aprimoramento da doutrina militar na área de sua competência.

2017

No dia 17 de outubro de 2017, um novo capítulo na história da ESA começou a ser escrito, quando foi aprovado o Decreto n° 9.171, o qual autorizou o Exército a implantar o nível superior de tecnologia nos diversos cursos de formação de sargentos (CFS).

Sendo assim, o Estado-Maior do Exército publicou a Portaria 504-EME, de 8 de dezembro de 2017, que aprova as diretrizes para a equivalência de estudos dos cursos destinados aos sargentos e subtenentes e a implantação do curso de formação de sargentos no grau superior de tecnologia.

A partir de então, a ESA passa a ter a missão de formar sargentos, habilitando-os para o exercício dos cargos das graduações de terceiro-sargento e segundo-sargento não aperfeiçoados, estabelecidos nos quadros de cargos (QC), em tempo de guerra ou de paz, diplomando-os, a partir de 2020, inclusive, com o grau acadêmico superior de tecnologia.

article 5 5

Fonte: ESA
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).