Nos dias 5 e 7 de maio do corrente ano, foi realizado o Exame Intelectual do Processo Seletivo para os Cursos de Altos Estudos Militares da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (PS/CAEM ECEME 2021). Neste ano, 1.052 candidatos, entre oficiais das Armas, Quadro de Material Bélico, Serviço de Intendência, Quadro de Engenheiros Militares e oficiais médicos, se inscreveram para a realização das provas, concorrendo a cerca de 140 vagas. O processo visa selecionar os oficiais que ingressarão nos cursos de Altos Estudos da ECEME, com a missão de formar o oficial de estado-maior e o assessor de alto nível do Exército Brasileiro.

O exame ocorreu em dezessete guarnições, divididas em treze estados do território nacional. As provas foram compostas por questões discursivas, exigindo conhecimentos interdisciplinares de Geografia, História, Geopolítica e Estratégia. Em todos os locais de prova, foram observadas as medidas preventivas ao contágio relativas à pandemia atual, em especial quanto ao distanciamento dos militares envolvidos e aos procedimentos de triagem, higienização e uso de máscaras.

A divulgação do resultado será em 12 de agosto, em solenidade realizada na ECEME e transmitida pela internet. O comando da ECEME cumprimentou a todos os instrutores da escola, os militares das comissões de aplicação e fiscalização nas guarnições de exame e os candidatos por, juntos, “cumprirem uma das missões nobres para o nosso Exército, desde 1905: selecionar os oficiais que serão capacitados a compor as futuras lideranças da  Força Terrestre.”

Fonte: ECEME

Marcelo Barros, com informações do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui