“Equipe avançada” da Força Aérea Americana instalada na Noruega.

blank

De acordo com o Comando Europeu dos Estados Unidos – EUCOM, 200 militares deslocaram-se com um B-1 Lancer para a Noruega para ajudar a gerenciar voos de treinamento de bombardeiros na região.

Image1 - "Equipe avançada" da Força Aérea Americana instalada na Noruega.
B-1 Lancer

Os membros da Força, vindos da Base Aérea de Dyess, no Texas, foram enviados para a Base Aérea de Orland, perto de Trondheim, um centro da frota de caças F-35 da Noruega. A força representa “a equipe avançada para as missões programadas nas próximas semanas, que ocorrerão por um tempo limitado”, diz o comunicado.

A movimentação ocorre em um momento em que os militares americanos concentram seu foco na região do Ártico. A Noruega, que é membro da OTAN, em sua ponta mais a nordeste, faz fronteira com a Rússia, e a modernização militar de Moscou na Península de Kola ajudou a posicionar a área como um potencial ponto de inflamação.

“A Prontidão operacional e nossa capacidade de apoiar aliados e parceiros e responder com rapidez são essenciais para o sucesso combinado”, disse o general Jeff Harrigian, comandante das Forças Aéreas dos EUA na Europa e África, no comunicado.

A declaração do comando não inclui informações sobre quanto tempo o contingente da Força Aérea ficará na Noruega, nem que tipo de equipamento ele trará. O B-1 Lancer é um bombardeiro convencional, pois teve sua capacidade nuclear removida em meados da década de 1990.

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui