DCIM100GOPROG0111522.

Campinas, 10 de dezembro de 2021.

A Embraer Defesa & segurança juntamente com o Exército Brasileiro apresentaram no último dia 10 o radar SABER M200 Vigilante em evento realizado na unidade da empresa em Campinas-SP.

O evento, que contou com a presença de oficiais militares das 3 forças, incluindo o Comandante do Exército, Gen Ex Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, além do Presidente e CEO da Embraer Defesa e Segurança, Sr. Jackson Schneider, focou em apresentar ao público e ao mercado as competências do Exército Brasileiro, mais precisamente do Centro Tecnológico do Exército (CTEx), e da Embraer Defesa e Segurança em desenvolver nacionalmente radares de última geração, capazes de suprir as necessidades nacionais na área, e de elevar o portfólio da empresa e a exportação de sistemas de defesa integrados.

Com capacidade para detectar ameaças em até 15 km de altura do solo e raio de alcance de 200 km, o SABER M200 Vigilante é um radar móvel de vigilância de médio alcance e baixa altura desenvolvido pelo Centro Tecnológico do Exército (CTEx) para atender as necessidades do Projeto Estratégico do Exército Defesa Antiaérea. O radar poderá ser empregado na vigilância e alerta antecipado em Baterias e Grupos de Artilharia Antiaérea ou, ainda, em atividades de controle de tráfego aéreo ou de vigilância de fronteira.

O SABER M200 foi desenvolvido especialmente para atender as unidades de defesa antiaérea do país, sobretudo do Exército Brasileiro, e é capaz de ser empregado integrado a outros sistemas de vigilância e controle. Chama a atenção a capacidade de uso dual (civil e militar), o que é algo muito importante para justificar os valores envolvidos no desenvolvimento de produtos de defesa. A tecnologia é uma propriedade intelectual do Exército Brasileiro.

A plataforma é montada sob um caminhão Volkswagen Constellation 6×6 militarizado, o que traz ao SABER M200 Vigilante grande mobilidade operacional.

blank

“Ao longo de mais de 15 anos de trabalho conjunto, a sinergia entre Exército e Embraer permitiu alcançar a autonomia nacional no desenvolvimento da capacidade tecnológica dos agora radares digitais, com tecnologia phased array, que em breve ampliarão as capacidades de nossa tropa, mantendo a operação continuada com o apoio da nossa Base Industrial da Defesa”, afirmou o general de exército Guido Amin Naves, chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército.

Ainda de acordo com o Gen Ex Guido Amin Naves, há no mundo cerca de 10 a 12 países que dominam a tecnologia desse tipo de radar, bem como seus processos produtivos.

O Saber M200 consegue antecipar com mais amplitude e rapidez as ameaças no espaço aéreo brasileiro. Essa é uma das principais diferenças desse sistema se comparado aos seus “irmãos” mais velhos, o SENTIR M20 e o SABER M60. Segundo o Gen Ex Amin, os radares anteriores já estão, inclusive, necessitando de atualizações e modernizações. Ainda, o radar é capaz de servir ao uso dual, podendo, com alterações, servir ao monitoramento de tráfego aéreo, defesa aeroespacial e como cobertura de pontos “cegos” nos sistemas de radares fixos em áreas controladas.

Em sua fala, o CEO e Presidente da Embraer, Jackson Schneider comentou:

“Celebramos neste evento uma importante etapa na colaboração com o Exército Brasileiro. Para a apresentação do primeiro radar SABER M200 VIGILANTE, vários desafios tecnológicos foram superados em conjunto com o Exército ao longo de seu desenvolvimento, valendo-nos das capacidades de engenharia e de processos de gestão de projetos complexos da EMBRAER. A adoção do radar e o início de operação pela Força Terrestre será fundamental para validação e endosso da solução visando futuras exportações.”

No encerrar de sua fala, Jackson Schneider dedicou os agradecimentos para os engenheiros e técnicos da Embraer presentes na cerimônia, que foram agraciados com os aplausos dos convidados. Momento solene ímpar.

O momento mais esperado da cerimônia sem dúvidas era o do deploy do radar, a abertura do sistema que, desligado, fica embarcado dentro do contêiner sob o veículo 6×6. Para o acionamento do sistema foram destacados 3 funcionários da Embraer e 3 militares do CTEx que atuaram no desenvolvimento do produto.

Após o acionamento do sistema, a fala foi do Comandante do Exército, Gen Ex Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, que destacou que o lançamento do M200 Vigilante é um passo a mais para o Brasil na direção da independência tecnológica.

“O radar SABER M200 Vigilante, mais novo integrante da família de radares de vigilância, é produto de tecnologia de alto valor agregado, enseja uma  franca possibilidade de ampliação da participação brasileira no mercado internacional de defesa, vislumbrando-se uma potencial contribuição para a economia do país.” – disse o Gen Ex.

Placa comemorativa do lançamento do SABER M200 Vigilante, entregue pelo CEO da Embraer Defesa e Segurança ao Comandante do Exército Brasileiro.

Próximos passos: SABER M200 Multimissão.

O SABER M200 passa a integrar a família de radares nacionais, figurando ao lado dos radares SABER M60, cujo objetivo é a busca de alvos aéreos e é capaz de atuar integrado a um Centro de Operações Antiaéreas, e do radar SENTIR M20, destinado ao monitoramento de alvos terrestres e atualmente em uso pelo SISFRON (Sistema de Monitoramento de Fronteiras). De acordo com o Sr. Jackson Schneider, a família deve receber também o radar SABER M200 Multimissão, este por sua vez destinado a integrar sistemas de defesa antiaérea de média altura.

Durante a cerimônia fora destacada que os esforços do EB e da Embraer Defesa e Segurança contaram com apoio da BID e de órgãos de fomento, destacando-se os agradecimentos à Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) e ao Banco Nacional de desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

 

Nossos agradecimentos à Embraer Defesa e Segurança pelo convite para a cerimônia.

Confira em fotos o radar e como foi o evento:

.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui