Google News

Por Mariana Alvarenga e Soraya Brandão

Há 373 anos nascia a Força Terrestre. Para celebrar a data, nesta segunda-feira (19), foi realizada cerimônia no Clube do Exército, em Brasília. O evento, presidido pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, foi prestigiado pelo Ministro da Defesa, Walter Braga Netto, e autoridades militares e civis.

Na ocasião, foram condecoradas autoridades civis dos Três Poderes e militares do alto comando das Forças Armadas com a insígnia da Ordem do Mérito Militar e a Medalha do Exército. Em seu discurso, o Presidente Bolsonaro elogiou a Força Terrestre. “Nos momentos mais difíceis que a Nação atravessou, esse Exército, e também a Marinha e a Aeronáutica, sempre se fizeram presentes”, destacou.

Ao contar um pouco da história da Força Terrestre, o Comandante do Exército, General Edson Leal Pujol, relembrou a origem desses militares, quando lutaram na Batalha dos Guararapes, em 1648. “Aquela vitória heroica foi o prelúdio da construção da identidade do Brasil como nação soberana. Nascia, então, o sentimento de patriotismo”, recordou.

Ele também enfatizou as ações realizadas no âmbito da Operação Covid-19 de enfrentamento ao novo coronavírus, como desinfecção de locais públicos, distribuição de medicamentos e transferência de pacientes. Reforçou que a ligação entre a Força Terrestre e o povo brasileiro é fator preponderante para que a sociedade mantenha a elevada confiança no “braço forte e mão amiga”. “O Exército sempre se fará presente. Moderno, com meios adequados e profissionais altamente preparados, forjando capacidades militares que superem os desafios do século 21”, ressaltou.

Em seguida, as autoridades receberam as condecorações das mãos dos paraninfos. A Ordem do Mérito Militar é a mais alta distinção honorífica do Exército. Premia militares que tenham prestado notáveis serviços ao País ou tenha se destacado no exercício de sua profissão. Agracia também personalidades civis e militares, brasileiras ou estrangeiras, que prestaram serviços relevantes ao Exército, bem como organizações militares e instituições civis, nacionais ou estrangeiras.

A medalha Exército Brasileiro destina-se a distinguir cidadãos e instituições civis, brasileiras ou estrangeiras, integrantes da Marinha, da Aeronáutica e das Forças Auxiliares que tenham praticado ação destacada ou serviço relevante em prol do interesse e do bom nome do Exército.

Agraciados
Entre os paraninfos, o Diretor do Departamento de Ciência, Tecnologia e Inovação da Secretaria de Produtos de Defesa do Ministério da Defesa, General Luis Antônio Duizit Brito, destacou que o evento trouxe “congraçamento entre todos os tipos de ramos e atividades, abrangendo políticos, juízes, legisladores, pessoas da sociedade. Demonstra que o Exército congrega a todos”, disse.

WhatsApp Image 2021-04-19 at 19.47.14.jpeg

A Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, foi uma das civis agraciadas. Ela assegurou ter sido uma honra receber uma medalha da Força Terrestre. “Eu vejo o Exército como o homem que chora quando vê uma criança com fome, como o soldado na floresta que protege as crianças e idosos indígenas, como alguém que cuida de pessoas”, resumiu.

WhatsApp Image 2021-04-19 at 19.47.15 (1).jpeg

O Chefe de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa, Almirante Petrônio Aguiar, enalteceu a data e parabenizou o Exército. “O recebimento dessa medalha coroa uma amizade muito grande entre os membros das Forças Armadas. Nós temos muito a comemorar no aniversário dessa brilhante e sensacional instituição”, elogiou.

O Diretor do Departamento de Promoção Comercial do Ministério da Defesa, Brigadeiro José Ricardo Meneses, disse que seu relacionamento com o Exército é de longa data e receber a medalha representa um reconhecimento. “Sempre cumpri muitas missões como piloto de transporte junto com as delegações e comitivas do Exército e receber uma condecoração como essa é um imenso prazer”, ressaltou.

WhatsApp Image 2021-04-19 at 19.47.14 (1).jpeg

A cerimônia ainda foi prestigiada pelo Ministro-Chefe de Segurança Institucional, Augusto Heleno, o Ministro-Chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, o Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos, o Comandante do Exército designado, General de Exército Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, e demais autoridades militares e civis.

História
O Exército Brasileiro, como força de defesa da Pátria, surge na batalha de Guararapes, quando negros, brancos e índios lutaram lado a lado para defender o território brasileiro contra os holandeses. Nesses quase quatro séculos de história, com o mesmo espirito de união e camaradagem, a Força Terrestre trabalha para garantir a integridade, o desenvolvimento do território nacional e o bem-estar de sua gente.

Com efetivo de cerca de 223 mil militares, entre homens e mulheres, distribuídos em 917 organizações, o Exército está presente em todo território nacional. Atua de forma integrada do Monte Caburaí, em Roraima, ao Chuí, no extremo sul do País. Sob o lema Braço Forte, Mão Amiga, o Exército opera ao lado da Marinha e Aeronáutica, em diversas frentes de apoio à saúde e à segurança da população brasileira.

Fotos: Antonio Oliveira

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui