blank
Militares da DelItacuruca acompanham a “Operação Ship-To-Ship” no Porto Sudeste do Brasil

A Delegacia da Capitania dos Portos em Itacuruçá (DelItacuruca) apoiou, nos dias 11 e 12 de Julho, na logística da primeira “Operação Ship-To-Ship” (STS), no Terminal do Porto Sudeste do Brasil, em Itaguaí (RJ).

A Operação é conhecida como uma ação de transferência de petróleo e de seus derivados, como carga, entre dois navios atracados, fundeados ou navegando. Entre inúmeras possibilidades, essa operação permite a redução dos custos operacionais na exportação de petróleo bruto oriundo das bacias petrolíferas situadas em Águas Jurisdicionais Brasileiras.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Durante a atividade, uma equipe de Inspeção Naval da DelItacuruca, composta por 4 militares e 1 embarcação de casco semirrígido, acompanharam de perto o “STS” dos navios atracados, orientando as embarcações de transporte de passageiros, que passavam nas proximidades, quanto ao distanciamento necessário para a segurança da navegação e de seus tripulantes.

A partir deste marco, o terminal aumentará a sua capacidade logística de importação e exportação, uma vez que passará a atuar com maior flexibilidade, podendo receber navios de carga de granéis sólidos (como milho, soja, café, feijão etc) e também os navios de granéis líquidos, realizando a operação “STS”.