Na terça-feira (14), foi anunciada a instalação da Assessoria Especial de Integridade, Unidade de Gestão da Integridade da Defesa (UGI Defesa), subordinada ao Ministro da Defesa. A criação dessa Assessoria está em conformidade com a política do Governo Federal na luta contra a corrupção e segue as diretrizes previstas no Decreto n° 10.756, de 27 de julho de 2021, que institui o Sistema de Integridade Pública do Poder Executivo Federal (Sipef).

Igor Soares-9.jpg

O evento foi prestigiado pelo Ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto, e contou com palestra proferida pelo Ministro da Controladoria-Geral da União, Wagner de Campos Rosário. À frente da nova Unidade, o General de Brigada Marco Antônio Martin da Silva anunciou a abertura da Campanha da Integridade, com o tema “Defesa: Unindo Forças em Prol da Integridade”. A iniciativa contempla medidas para promoção dos valores éticos e morais da Instituição e das atividades inerentes à Integridade Pública.

 Igor Soares-28.jpg

As medidas anunciadas pelo Chefe da Assessoria Especial foram denominadas de Rede Escudo. A intenção é manter canal técnico nas áreas da Ouvidoria, Transparência, Ética, Correição e Controles Internos, “demonstrando o compromisso da alta administração com uma cultura sustentável de integridade”, destacou o General.

Ele, ainda, informou que, entre as diversas atividades da nova Assessoria, e dentro da Campanha da Integridade, estão previstas iniciativas voltadas à capacitação e à orientação de público interno. E destacou a realização de três webinários, distribuição de cartilhas, divulgação nas mídias do Ministério, encerramento do 1° Seminário de Integridade de Defesa, com troca de experiências entre instituições e palestrantes das três Forças Singulares, entre outros.

Ao proferir a palestra sobre o Sistema de Integridade Pública do Poder Executivo Federal, o Ministro Wagner Rosário destacou que o tema “está entre as prioridades do atual governo”. Comentou, também, que a apresentação feita pelo General Martin estava “alinhada com as ações governamentais”.

Igor Soares-18.jpg

Ao fim das apresentações, o Ministro Braga Netto parabenizou os organizadores do evento e pela consistência do programa. Ele reforçou que o conteúdo da Integridade faz parte do dia a dia das organizações militares, bem como do Ministério da Defesa. “Os valores éticos fazem parte da nossa cultura”, lembrou.

Prestigiaram, também, o lançamento da nova Assessoria, o Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), General de Exército Laerte de Souza Santos; o Secretário-Geral, Sérgio José Pereira; o Chefe do Estado-Maior da Armada, Almirante de Esquadra Marcos Silva Rodrigues; o Comandante da Escola Superior de Guerra (ESG), Tenente-Brigadeiro do Ar Luis Roberto do Carmo Lourenço; o Chefe de Operações Conjuntas do EMCFA, Almirante de Esquadra Petronio Augusto Siqueira de Aguiar; além de demais autoridades e servidores civis e militares do Ministério da Defesa.

Por Margareth Lourenço
Fotos: Igor Soares

Marcelo Barros, com informações do Ministério da Defesa
Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui