blank

Google News

No dia 4 de novembro foi realizado, no Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial (MNMSGM), um culto inter-religioso em ação de graças e em memória dos militares que integraram a Força Expedicionária Brasileira (FEB) e tombaram nos campos de batalha da Itália, lutando contra o nazifascismo e em defesa da democracia e da liberdade, nos anos de 1944 e 1945.

Entre no canal do Defesa em Foco no Whatsapp e fique por dentro de todas as notícias do dia

blank

O culto foi celebrado por um padre e um pastor, capelães do Serviço de Assistência Religiosa do Comando Militar do Leste (CML), por um capelão do Comando da Artilharia Divisionária da 1ª Divisão de Exército, por um capelão da Marinha do Brasil e pelo Presidente da Cruzada dos Militares Espíritas da Praia Vermelha, realizado no mausoléu do MNMSGM, onde repousam os restos mortais de 465 heróis que sacrificaram suas vidas durante a participação do Brasil na 2ª Guerra Mundial.

Prestigiaram o evento o Chefe de Gabinete da Diretoria do Patrimônio Histórico e Cultural do Exército (DPHCEx), Coronel Nirlande Vieira Malveira, que presidiu a cerimônia; os Veteranos da FEB Tenente Israel Rosenthal e Tenente Carlos Henrique Bessa, representações do Comando do 1º Distrito Naval, do 3º Comando Aéreo Regional e convidados.

A atividade teve início com a entrada da Bíblia Sagrada no mausoléu conduzida por militares trajando uniformes históricos da FEB, seguida da execução do Hino Nacional, do uso da palavra pelos celebrantes e uma aposição floral junto às lápides dos militares não identificados.

A celebração foi abrilhantada com a apresentação da Banda de Gaitas de Fole “Brazilian Pipers” e da Banda de Música do 1º Batalhão de Guardas.

Foram observadas as medidas sanitárias preventivas contra a pandemia da covid-19.

Fonte: MNMSGM