Criador do aplicativo Sinal alega falhas de segurança no equipamento da Cellebrite

blank
Imagem: Signal/Reprodução

A Cellebrite DI Ltd, especializada em ajudar agências de inteligência a copiar registros de chamadas, textos, fotos e outros dados de smartphones, foi repetidamente criticada por vendas anteriores a governos autoritários, incluindo Rússia e China.

O Signal, um aplicativo voltado para a privacidade, ansioso para mostrar até onde vai para proteger as conversas dos usuários, entrou em conflito com a Cellebrite no ano passado, quando a empresa israelense disse que seu equipamento foi atualizado para permitir que a polícia coletasse mensagens de Signal de dispositivos em sua posse.

O criador e CEO do Signal, Moxie Marlinspike, disse em seu blog na quarta-feira que tinha adquirido uma bolsa de equipamentos Cellebrite e examinou o equipamento dentro.

Ele ficou “surpreso ao descobrir que muito pouco cuidado parece ter sido dado à segurança de software da própria Cellebrite”, disse Marlinspike, observando que seria fácil adicionar um arquivo especialmente criado em um telefone que prejudicaria a funcionalidade do Cellebrite.

Em um comunicado, a Cellebrite não abordou diretamente a alegação de Marlinspike, mas disse que os funcionários da empresa “auditam e atualizam continuamente o software para equipar nossos clientes com as melhores soluções de inteligência digital disponíveis”.

Em outra parte de sua postagem no blog, Marlinspike alegou que encontrou trechos de código da Apple Inc dentro do software da Cellebrite, algo que ele disse “pode representar um risco legal para a Cellebrite e seus usuários” se for feito sem autorização.

A Apple não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

As alegações da Signal vêm no momento em que a Cellebrite se prepara para abrir o capital por meio de uma fusão com uma firma de cheques em branco, avaliando o patrimônio da empresa combinada em cerca de US $ 2,4 bilhões.

(Reportagem de Raphael Satter; Edição de Richard Chang e Edwina Gibbs)

Fonte: CyberNews

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!

Receba nossas notícias em tempo real através dos aplicativos de mensagem abaixo:

blank
WHATSAPP: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui