Bargny (Senegal) – A Missão Brasileira de Cooperação em Engenharia Militar (MBCEM) conduziu o Módulo II do Estágio de Topografia para militares oriundos de Engenharia do Exército Senegalês, no instalações do Bataillon de Soutien du Génie (BSG), na cidade de Bargny, situada a 45 km de Dakar (Senegal), no período de 12 a 23 de setembro.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

O estágio teve por objetivo transmitir conhecimentos do que há de mais moderno em assuntos de topografia, levantamentos topográficos, projetos geométricos, georreferenciamento, utilização de softwares para produção de Atlas e de Layout (QGIS e Metashape Agisoft), e de imageamento de área com sobrevoos de drone (Drone Deploy). Dentre as atividades práticas, destaca-se os sete sobrevoos de drone, executados pelos alunos para a captura de imagens de alta resolução.

Além da capacitação técnica, a Missão de Cooperação pôde prestar assessoramento no controle patrimonial de instalações e áreas militares, por meio do georreferenciamento de imóveis, visando à elaboração de um Plano Diretor de Organização Militar; além de estreitar os laços de cooperação entre a Engenharia do Exército Brasileiro e a Engenharia Militar do Senegal. Como principal produto do estágio, foi produzida uma carta topográfica pelos alunos, que foi entregue ao Comandante da Escola de Aplicação de Engenharia. A carta foi a primeira recebida por uma Unidade Militar Senegalesa.

A equipe de instrução foi composta pelo Assessor Militar de Engenharia no Senegal, Coronel José Bráulio de Sousa Terceiro; pelo Adjunto do Assessor Militar de Engenharia, Major QEM Marcos Soares de Souza; pelo instrutor do Centro de Instrução de Engenharia/2º Batalhão Ferroviário, Segundo-Sargento TOPO Lindomar Silva de Moraes; e pelo professor e tradutor Amadou Baldé.

Foram mais de 80 horas de instruções, trabalhos extraclasse e atividades práticas de campo para os 17 alunos matriculados, destacando-se a participação, como aluno, do Comandante da Companhia de Comando e Serviços do BSG, Capitão Gabriel Ngom; e da Sargento Nogoye Seye.

Na cerimônia de encerramento, foram entregues diplomas de conclusão, destacadas as capacidades técnicas adquiridas pelos alunos e realizada uma pesquisa de opinião, em que os estagiários ressaltaram a grande importância dos conhecimentos adquiridos, a excelente preparação das instruções, particularmente a operação do drone e das ferramentas de tecnologia da informação. Segundo o Sargento Landry Salmoss Bassene, “a cooperação brasileira é muito importante na especialização de militares de engenharia do Senegal e sempre desenvolve importantes capacidades técnicas”.

O Comandante do Bataillon de Soutien du Génie, Tenente-Coronel Amadou Niane, e o Comandante da Escola de Aplicação de Engenharia das Forças Armadas do Senegal, Tenente-Coronel Jean Emmanuel Badiane, agradeceram à Missão Brasileira de Cooperação em Engenharia Militar pela organização e condução das atividades, e fizeram questão de ressaltar o profissionalismo dos militares do Brasil. Destacaram, ainda, a importância dos conhecimentos transmitidos aos alunos, pois serão imediatamente aplicados nas diversas obras em execução no território senegalês. Com relação à carta topográfica, expressaram imensa curiosidade e admiração pelo trabalho e afirmaram que servirá de modelo para as demais áreas patrimoniais das Forças Armadas Senegalesas (Exército, Força Aérea, Marinha e Gendarmeria).

Fonte: Aditância de Defesa no Senegal

Marcelo Barros, com informações do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).