blank
Navio Doca Multipropósito “Bahia" desatracando da Base Naval do Rio de Janeiro

Google News

A Marinha do Brasil conduzirá a “Poseidon 2022”, Operação Conjunta coordenada pelo Ministério da Defesa, com início previsto para o dia 4 de abril. Estarão diretamente envolvidos o Navio Doca Mul􏰀propósito (NDM) “Bahia” (G40) e a Fragata “Independência” (F-44), além de meios do Comando da Força Aeronaval, do Exército Brasileiro – EB e da Força Aérea Brasileira – FAB. As a􏰀vidades serão realizadas na área marí􏰀ma compreendida entre o Rio de Janeiro e Cabo Frio, até 09 de abril.

Entre no canal do Defesa em Foco no Whatsapp e fique por dentro de todas as notícias do dia

No período, serão realizados exercícios que visam o aprimoramento e o emprego conjunto entre as Forças Singulares nas operações aéreas com navios. O propósito de tais a􏰀vidades é o incremento do nível de interoperabilidade entre as Forças, no tocante à padronização de procedimentos operacionais, com a qualificação dos pilotos do EB e da FAB para pouso a bordo do G40, em navegação no mar.

O Grupo-Tarefa (GT) estará sob o comando da 2a Divisão da Esquadra e contará com a par􏰀cipação de cerca de 900 militares. A Operação Conjunta Poseidon contribuirá diretamente para a manutenção da capacidade opera􏰀va da Esquadra e de parcelas das Forças Singulares.