Mediadores do WCMM fizeram interlocução bilíngue durante as palestras

Nos dias 9 e 10 de novembro, ocorreu o I Webinar de Contramedidas de Minagem (I WCMM), com transmissão pela internet, no auditório do Comando do 2º Distrito Naval. O evento é voltado ao intercâmbio de informações técnicas e doutrinárias, ao fortalecimento dos laços entre marinhas amigas, à divulgação de projetos e novos sistemas disponíveis no mercado e ao estabelecimento de possíveis parcerias.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

A iniciativa contou com participação de Oficiais da Marinha do Brasil, de marinhas amigas, institutos de pesquisas, centros tecnológicos e empresas especializadas. Devido às restrições impostas pelo enfrentamento da Covid-19, o I WCMM foi realizado em ambiente digital, em rede aberta, por meio do canal oficial do Abrigo do Marinheiro no YouTube.

aparato tecnologico garantiu a transmissao ao vivo do wcmm pela internet
Aparato tecnológico garantiu a transmissão ao
vivo do WCMM pela internet

O evento destacou as novas tecnologias utilizadas na atividade de contramedidas de minagem, que apresentam um crescente potencial operacional dos meios não tripulados, possibilitando a mitigação dos riscos ao permitir que o homem opere distante do campo minado.

Marcelo Barros, com informações da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).