Com a chegada do novo caça F-39 Gripen se aproximando, autoridades do Comando de Preparo (COMPREP), da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC) e membros do Grupo de Trabalho Fox se reuniram, no dia 22 de julho, com futuros pilotos da aeronave e com Oficiais da Guarnição de Aeronáutica de Anápolis (GUARNAE-AN) responsáveis pela preparação e suporte à operação do avião.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

A comitiva, liderada pelo Comandante de Preparo, Tenente-Brigadeiro do Ar Sergio Roberto de Almeida, foi recebida pelo Comandante da Ala 2, Coronel Aviador Gustavo Pestana Garcez. Também estiveram presentes o Chefe da Subchefia de Planejamento, Orçamento e Gestão Institucionais do COMPREP, Brigadeiro do Ar André da Silva Ferreira, e o Chefe Interino da Subchefia de Avaliação e Doutrina, Coronel Aviador Alessandro Cramer.

O Tenente-Brigadeiro Almeida destacou a importância do preparo da Força para o recebimento da aeronave. “Os pilotos foram previamente selecionados e preparados para este momento. Será um marco importante não apenas para a Força Aérea Brasileira, mas para o nosso País. Parabenizo a todos que trabalharam e ainda trabalham na capacitação de nossos profissionais e na implementação da infraestrutura necessária para o recebimento do F-39 Gripen”, disse.

i2172715393009121Os militares conheceram os aspectos relacionados ao curso realizado, na Suécia, pelos cinco pilotos do Primeiro Grupo de Defesa Aérea (1º GDA) – Esquadrão Jaguar para operar a aeronave F-39 Gripen e, ainda, inspecionaram a preparação que está sendo realizada, com o objetivo de aperfeiçoar as ações e orientar os trabalhos. “Receber o Comandante de Preparo e comitiva é uma excelente oportunidade para mostrar toda a preparação da Ala 2 a fim de implantar projetos importantes para a Força Aérea Brasileira (FAB), bem como colher as orientações do COMPREP para melhoria contínua dos processos”, comentou o Coronel Pestana.

Fotos: Capitão Jung/Ala 2

Marcelo Barros, com informações da Agência Força Aérea
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).