blank
A solenidade marcou a saída do navio do serviço ativo da Armada

A cerimônia de Mostra de Desarmamento do Navio-Varredor (NV) “Albardão”, presidida pelo Chefe do Estado-Maior da Armada, Almirante de Esquadra Marcos Silva Rodrigues, foi realizada no dia 20 de maio, na Base Naval de Aratu (BNA), marcando a sua saída do serviço ativo da Armada.

Construído inteiramente em madeira e metal amagnético, de modo a não atuar as minas de influência magnética, o “Tubarão”, que estava subordinado ao Comando da Força de Minagem e Varredura (ComForMinVar), completou 1.878 dias de mar e 231.575,9 milhas navegadas desde a sua incorporação, em 1976. Ao longo de sua trajetória, foram realizados exercícios de manobras táticas nas águas da Baía de Todos-os-Santos, além de exercícios para manutenção do adestramento da tripulação e ações de Patrulhamento reforçando a presença da Marinha na área de jurisdição do Comando do 2° Distrito Naval.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

blank
Último cerimonial à Bandeira no navio foi realizado durante a cerimônia

A cerimônia contou com a presença do Chefe de Operações Conjunta do Ministério da Defesa, Almirante de Esquadra Petrônio Augusto Siqueira de Aguiar, além do Comandante do 2º Distrito Naval, Vice-Almirante Humberto Caldas da Silveira Junior, e do Comandante da Força de Minagem e Varredura, Capitão de Fragata Fábio Borges Gonçalves. Os Almirantes de Esquadra Silva Rodrigues e Petrônio foram homenageados durante o evento, por terem comandado o NV “Albardão”.