Operadores durante a condução dos adestramentos nos Centros

O Centro de Coordenação de Salvamento Marítimo Brasileiro (MRCC / SALVAMAR – Brasil) passou a funcionar de forma integrada, em 16 de novembro, no mesmo ambiente do Centro de Controle do Tráfego Marítimo (CCTRAM), com a finalidade de aprimorar recursos para apoio a salvaguarda dos tripulantes das embarcações que navegam no mar, nos portos e nas vias navegáveis interiores, compreendendo uma área marítima de responsabilidade SAR com quase 14,2 milhões de quilômetros quadrados.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

A reestruturação reflete a crescente demanda do uso de dados comuns aos Centros durante o desenvolvimento das ações em resposta a um Incidente SAR e visa à adequação às boas práticas, adotadas internacionalmente, na prestação dos serviços à Comunidade Marítima e demais setores da sociedade. Esta integração proporciona a devida sinergia no esforço da Marinha em realizar tarefas de Monitoramento de Tráfego Marítimo e atividade SAR (Busca e Salvamento), como parte integrante do Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul (SisGAAz).

Neste ano, foi computado 273 Incidentes SAR na área de responsabilidade do MRCC / Salvamar – Brasil, com um índice de 76% de sobreviventes, o que representa o esforço contínuo da Marinha em atuar em prol da salvaguarda da vida humana no mar.

Marcelo Barros, com informações da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).