A Marinha do Brasil e a Organização das Nações Unidas, por meio do Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais e do Centro de Operações de Paz de Caráter Naval, realizaram, no dia 31 de outubro, o Seminário Internacional de Operações de Paz de Caráter Naval.
WhatsApp Image 2019 11 05 at 22.04.29
O evento reuniu mais de 600 civis e militares no Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo, na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro-RJ. O objetivo foi debater ideias, compartilhar experiências e boas práticas no âmbito das operações de paz, bem como propor soluções para problemas enfrentados em um cenário tão complexo como o marítimo.
IMG 4135
O seminário foi dividido em três painéis, apresentados por especialistas brasileiros e estrangeiros, com os temas: “Ameaças assimétricas no ambiente marítimo e peacekeeping”; “Operações de paz de caráter naval: vencendo os desafios de manter a paz no mar”; e “Operações de paz de caráter naval: treinando e ensinando a paz no mar”, seguidos de debates. Ao final de cada painel, os participantes puderam interagir com os palestrantes por meio de um sistema eletrônico.
IMG 4123O Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, realizou a abertura do evento e, ao final de seu discurso, recebeu das mãos do Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais, Almirante de Esquadra (FN) Alexandre José Barreto de Mattos, um exemplar do livro “13 anos do Brasil na A Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (MINUSTAH): lições aprendidas e novas perspectivas”, cujo lançamento foi feito na mesma ocasião.
IMG 4180
O Seminário Internacional de Operações de Paz de Caráter Naval também contou com uma demonstração operativa, envolvendo meios como helicóptero e embarcações. Uma militar participou da simulação de abordagem à embarcação suspeita e resgate de refugiados, a fim de configurar a crescente presença de mulheres nas missões de paz.
Fonte: Marinha
Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).